Com certeza, quando você pensa no quarto do seu bebê, logo vem à cabeça uma decoração linda e repleta de elementos que transformem esse cômodo em um dos cantinhos mais especiais da casa. É claro que essa é sempre a primeira imagem, mas, é bom lembrar que além da beleza, é muito importante atentar para outros fatores fundamentais como segurança, funcionalidade, comodidade e aconchego.

Mas, como conciliar tudo isso? Calma, é mais fácil do que você imagina!

Na postagem de hoje vamos te entregar um passo a passo de como montar um lindo e seguro quarto para o seu bebê, considerando os mais variados aspectos. Confira!

Móveis. Sim, esse é sem dúvida alguma, o primeiro passo que você precisa dar para decorar o quarto do seu bebê, afinal, é a partir dos móveis e baseado neles, que você dará sequência à decoração. Então, vamos lá! Antes de comprar fique bastante atento à qualidade do produto, pois de nada adianta adquirir peças muito baratas que logo quebrarão ou apresentarão defeitos ou pior: que podem colocar seu pequeno em risco. Além disso, antes de sair comprando, lembre-se também de tirar as medidas do quarto do bebê para não correr o risco de adquirir algo que não caberá no cômodo. Pense muito bem no tamanho do quarto e meça cada móvel sob todos os ângulos.

Berço. Bem, esse é um móvel central e que merece toda a atenção do mundo, afinal, o bebê dormirá nele por pelo menos dois anos, até que se mude para uma cama ou minicama. Portanto, antes de comprar, verifique se o fabricante segue os padrões de construção do Inmetro. Isso vai garantir a segurança do seu filho. Além disso, confira também:

• A distância entre as grades tem que ter no mínimo 4,5 cm e no máximo 6,5 cm, assim não há perigo de que a cabecinha, ombros ou mãos dele possam ficar presas.

• Se o berço tiver rodinhas móveis, pelo menos duas delas têm que ser fixas ou conter travas.

• O espaço entre o estrado e a lateral do berço não deve ultrapassar 2,5 cm e o espaço entre as ripas do estrado tem que ser de no máximo 6 cm, para também evitar que braços e pernas possam ficar presos.

• Se alguma das partes do berço for feita de tela, os buraquinhos têm que ter no máximo 7 mm, para não haver chance de os dedinhos do bebê passarem por eles.

Uma opção sempre interessante a se considerar é que muitos berços se transformam em minicama. Isso vai garantir que após dois anos de uso (em média) você não precise se preocupar em compra outro móvel, e já tenha uma caminha à disposição.

Colchão. Se ao colocar o colchão no berço você notar que há um espaço vazio de cerca de dois dedos em cada lateral, cuidado. Isso significa que há o risco de o bebê “cair” nessa espécie de buraco. Portanto, preocupe-se em comprar o colchão adequado.

Moisés. Moisés ou cestos podem ser de grande utilidade nos primeiros meses do bebê, já que são aconchegantes, de fácil movimentação e podem servir como local para dormir de dia. Contudo, é preciso atentar para alguns cuidados essenciais. No caso do cesto, ele também deve ter um colchão firme e que se encaixe direitinho, sem deixar sobras nas laterais. Precisa ainda ser testado para ter certeza de que não fica bambo e com risco de virar com o peso. Um berço desmontável também pode fazer as vezes de cestinho, e ter outras utilidades no futuro, como ficar na casa da avó, funcionar como cercado ou ser levado em viagens.

A importância de uma boa cômoda

Até seu filho completar 1 aninho, você terá trocado mais de 2 mil fraldas ...uau! Dá para imaginar? Por isso, é fundamental que o lugar das trocas seja bem confortável e seguro para bebês e mamães/papais. É justamente essa a grande facilidade que as cômodas apresentam. Por serem grandes, geralmente há espaço para colocar o trocador e todos os acessórios para as trocas na parte de cima, e ainda sobra bastante espaço para as roupas e sapatos do bebê nas gavetas.

O essencial é que seja uma peça sólida e sem risco de virar em cima do bebê se ele se apoiar na cômoda, principalmente quando começar a engatinhar. Outro ponto é que esse móvel deve ser pintado com tinta atóxica e que não tenha quinas pontudas demais que possam machucar seu filho quando ele for um pouco maior.

Gostou das dicas? Se precisar de uma consultoria personalizada a respeito, entre em contato com os especialistas das Lojas Moranguinho’s. Eles podem tirar todas as suas dúvidas e ainda ajudá-lo na decoração.

Em breve voltaremos com mais dicas especiais para você!